Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ricardo Jorge Claudino

Escritor, poeta de poemas e pensante

Escritor, poeta de poemas e pensante

Ricardo Jorge Claudino

13
Nov20

O relógio do sol

ricardojorgeclaudino

No meio urbano

todas as horas contam,

porque todos os minutos

e todos os segundos

são contados.

 

A vida da criança da cidade

tem o mesmo fulgor

que a vida do adolescente,

do adulto e do velho,

em seu redor.

 

A criança da cidade

tem um relógio

e sabe a que horas

tem de fazer o que deve ser feito;

embora desconheça que,

o que deve ser feito,

nem sempre se enquadra

com o que realmente se deveria fazer.

 

O mal começa quando há hora marcada.

O mal termina quando a criança,

desprovida do seu próprio conhecimento,

passa a adolescência, 

a vida adulta

e a velhice

a lutar contra o tempo.

 

A criança do campo

nem tão pouco sabe as horas do recolher,

mas sabe que enquanto houver sol

há coisas para aprender.

IMG_20200630_110033_636.jpg

 

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos

Todos os textos e imagens são direitos autorais de Ricardo Jorge Claudino.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D